Democracia e a sociedade de bem-estar social

A participação da Noruega em organizações internacionais

A Noruega é membro de uma série de organizações internacionais com poder de influência na política norueguesa, tais como a ONU, OTAN, AEE / EEE e o Acordo de Schengen.

ONU

FN-flagget

Criada em 24 de outubro de 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) (De forente nasjoner – FN) trabalha para a paz e segurança internacional, tendo um papel fundamental como organização pacificadora em nível mundial e fórum de diálogo entre os países. Além disso, a organização trabalha com direito internacional, desenvolvimento econômico e direitos humanos.

Atualmente, a ONU tem 193 estados-membros, que financiam a organização por meio de contribuições financeiras. As decisões da ONU não vinculam judicialmente os seus estados-membros, pois a organização não tem, de fato, poder judiciário sobre eles.

OTAN

NATO-landene (Kilde: Wikimedia Commons)Criada em 1949, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) (North Atlantic Treaty Organization – NATO, em inglês) é uma aliança de defesa militar integrada por 20 países europeus e norte-americanos, que se comprometem à resposta e defesa mútua em face a ataques aos seus Estados-membros.

AEE / EEE

A Noruega não faz parte da União Europeia (UE), porém, é signatária de um acordo de colaboração europeia, a Área Econômica Europeia – AEE/Espaço Econômico Europeu – EEE (Det europeiske økonomiske samarbeidsområde – EØS). O acordo regula o comércio e outras questões de caráter financeiro entre os estados-membros. A Noruega segue, entre as coisas, as regras da UE referentes à livre circulação de bens, serviços, pessoas e capital.Em 1972 e em 1994, a Noruega realizou referendo para decidir se o país deveria se tornar membro da União Europeia (EU) e, em ambas as vezes, a maioria da população votou contra a adesão do país à UE.

EU- og EØS-området (Kilde: Wikicommons)Landene som er farget i blått, er medlemmer av EU. Norge, Island og Liechtenstein (farget i grønt) er sammen med EU-landene med i EØS-samarbeidet.

Acordo de Schengen

O Acordo Schengen é um acordo que substitui o controle de fronteiras internas entre os países signatários por controles de fronteiras externas apenas. Na prática, isso significa que os países que fazem parte do Schengen são uma grande área geográfica comum em que é necessário apresentar o passaporte ou visto válido apenas uma vez para ingressar, pois, ao já se estar na área Schengen, pode-se viajar livremente entre os países sem ter que ter o seu passaporte controlado. (Esta regra pode mudar em casos especiais. Por isso, a polícia recomenda que sempre se tenha consigo o passaporte, ao viajar para o exterior.)
O acordo foi assinado em 1985 na cidade de Schengen em Luxemburgo e, hoje, conta com 26 países signatários.

Land som har signert Schengenavtalen: Schengen-området (Kilde: Wikicommons)