Saúde

Diferentes sistemas de apoio

Médico de família

Todas as pessoas que residem na Noruega têm direito a ter um clínico geral como o seu médico de família (fastlege). Ao adoecer, é o médico de família que deve ser procurado e é ele quem tem o dever de prestar assistência médica aos seus pacientes antes de outras instâncias. Quando necessário, o médico de família encaminha o paciente ao serviço de saúde especializado.
Se o paciente desejar trocar de médico de família ou desejar ter acesso a informações importantes sobre diferentes temas de saúde, pode visitar o site
https://helsenorge.no

O médico de família tem sigilo profissional e não está autorizado a repassar a terceiros assuntos tratados entre o paciente e o médico, sem a autorização do paciente.

Farmácias

As farmácias vendem medicamentos, orientam os pacientes sobre o correto uso dos medicamentos e oferecem conselhos de saúde. A maior parte dos medicamentos necessários podem ser comprados nas farmácias, porém, alguns medicamentos – tais como analgésicos – também podem ser comprados nos supermercados e postos / bombas de gasolina.

Dos medicamentos disponíveis, muitos são vendidos somente sob prescrição médica, ou seja, não podem ser comprados sem a orientação do médico e sem a receita que especifica que tipo de medicamento o paciente necessita e como o medicamento deve ser administrado. O preço dos medicamentos pode variar de um local de venda para o outro.

Medicamentos com receita azul

Caso um paciente tenha alguma doença grave e/ou crônica, pode comprar os seus medicamentos, suplementos alimentares e artigos medicinais com receita azul (blå resept), um sistema de receita em que o paciente não paga o valor total do medicamento ou similar, mas apenas parte dele. Esta parte paga é chamada de coparticipação (egenandel), o restante do valor é pago pelo Estado.

As coparticipações pagas pelo paciente com receita azul podem ser acumuladas com as coparticipações pagas pelas consultas no médico de família, culminando no recebimento do cartão de isenção (frikort).

Egenandel medisiner på blå resept

Assistência odontológica

As crianças e adolescentes até os 18 anos de idade recebem regularmente carta de clínicas odontológicas públicas para comparecer a revisões odontológicas, que são custeadas pelo Estado. Entre os 18 e 20 anos de idade, os jovens pagam apenas 25% do valor dos tratamentos odontológicos, cobrindo o Estado os custos restantes. Apenas a partir dos 20 anos de idade é que o adulto tem que pagar pela assistência odontológica, procurando por iniciativa própria clínicas odontológicas privadas. Na Noruega, é de praxe se fazer revisões odontológicas uma vez ao ano.

Egenandel hos tannlege for ungdom 18-20 år

Caso a criança ou adolescente necessite utilizar aparelho dentário, os pais têm que pagar uma coparticipação pelo tratamento.

Jente med tannregulering

Internação hospitalar

A internação hospitalar na Noruega é totalmente gratuita, e todos os custos relacionados com a estadia hospitalar, tratamento e alimentação são cobertos pelos cofres públicos.

Nos casos de internação planejada, o paciente pode escolher ele mesmo em que hospital gostaria de se internar. Para se saber o tempo de espera para um determinado tratamento nas diferentes instituições de saúde, pode-se acessar o site www.frittsykehusvalg.no. .

Há muito poucos hospitais particulares no país e, se o paciente preferir ser tratado por um hospital particular, terá que cobrir integralmente os gastos do tratamento hospitalar.

Tratamento policlínico no hospital

A expressão “tratamento policlínico” designa os tratamentos realizados em hospital, mas sem que o paciente tenha de ser internado. Nestes casos, o paciente é atendido na hora marcada antecipadamente e pode retornar ao seu lar depois da consulta / tratamento. O paciente tem que pagar uma coparticipação pela consulta ou tratamento policlínico, da mesma forma como o faz quando tem hora no médico de família ou num especialista.

Médico especialista

Médicos especialistas são médicos especializados em ginecologia, dermatologia, otorrinolaringologia, doenças infantis e outros ramos da medicina.

Para marcar hora com um especialista, o paciente deve ter a requisição (henvisning) do seu médico de família ou de algum clínico geral. Se o paciente não tiver consigo uma requisição, o valor da coparticipação a ser pago ao especialista é mais alto.

Ambulância

Para chamar a ambulância (ambulanse), basta ligar para o telefone de emergência 113, que o conecta diretamente com a central de ambulâncias. Ao telefonar para a central, é importante fornecer informações corretas, respondendo às seguintes perguntas:

Quem é você? (Hvem er du?)
(Nome, telefone, de onde está telefonando etc.)

O que aconteceu? (Hva har hendt?)
(Número de pessoas lesionadas, se há feridos graves etc.)

Onde você está? (Hvor er du?)
(Endereço / morada exata ou descrição do local em que se encontra.)

Pronto-socorro

Todos os municípios na Noruega dispõem de pronto-socorro (legevakten) para assistência médica de emergência e urgência, que atende 24 horas por dia. Para tomar contato com a central de pronto-socorro local, basta telefonar para o número 116117 de onde quer que se encontre no país.

O pronto-socorro está aberto à noite, nos finais de semana e feriados, horários estes em que os consultórios médicos estão geralmente fechados. Ao ser atendido no pronto-socorro, o paciente tem que pagar uma coparticipação pela consulta ou tratamento; as despesas com artigos médicos, exames e similares são pagas à parte. Recomenda-se que se saiba onde o pronto-socorro mais próximo está localizado.