Educação e competências

Desenvolvimento histórico

A Noruega tem longa tradição no campo da educação. Veja alguns destaques da história da educação no país:
Na primeira metade do século XVIII, apesar de a economia do país estar passando por grave situação econômica, deu-se prioridade à educação e instituiu-se o ensino gratuito e obrigatório para todas as crianças.

Guteklasse, 1885 Jenteskule, 1895

  • Já naquela época, o ensino incluía meninos e meninas, que deveriam aprender a ler, para poder ler a Bíblia, e aprender sobre o Cristianismo.
  • Não era comum ir à escola todos os dias: muitas crianças iam à escola apenas a cada dois dias ou apenas algumas semanas por ano.
  • Com o passar do tempo, outras disciplinas foram acrescidas como escrita, matemática e canto, que se tornaram disciplinas obrigatórias no início do século XIX.
  • Em 1936, ficou decidido que as crianças teriam de frequentar, no mínimo, sete anos de ensino escolar. Desde 1997, o ensino obrigatório na Noruega é de dez anos.
  • São os políticos no Parlamento que aprovam os planos de ensino utilizados nas diferentes escolas. Dessa forma, o conteúdo pedagógico das escolas é bastante parecido em todo o país.

Factos

Desenvolvimento histórico

1739: A primeira Lei do Ensino Escolar. Tinham com disciplinas obrigatórias o cristianismo e a leitura.

1822: Nova Lei de Ensino Escolar. Tornaram-se também obrigatórias a ortografia e o cálculo.

1936: Introdução da Escola unitária.

1969: 9 anos de escolaridade básica obrigatória.

1997: 10 anos de escolaridade básica obrigatória.

Conteúdo curricular escolar

O conteúdo curricular escolar modificou-se muito ao longo dos 300 anos de existência de escolaridade obrigatória no país. No século XVIII, o objectivo do ensino era dar aos alunos conhecimentos sobre o cristianismo. Mais tarde, foram introduzidas no ensino escolar outro tipo de habilitações práticas como a escrita, o cálculo, o cozinhar, a costura e a carpintaria.

Informação

Hoje em dia é bastante fácil ter-se acesso à informação. As crianças usam computadores e a internet desde pequenas. É importante ensinar-lhes como encontrar informação e a serem críticas em relação à informação que encontram. As crianças devem aprender a reflectir por si mesmas. Devem aprender como usar as informações encontradas para resolver questões e, como cooperar com os outros. Além disso, devem aprender conhecimentos factuais e disciplinas básicas como a leitura, a escrita e a matemática.